Links de Acesso

Activistas em tribunal na Lunda Norte

  • Redacção VOA

Manifestante preso em anterior manifestação na Lunda Norte

Manifestante preso em anterior manifestação na Lunda Norte

Três simpatizantes do Movimento do Protectorado das Lundas compareceram Quinta-feira, 26, em tribunal na Lunda Norte mas o seu julgamento foi adiado para o próximo dia 2 de Maio.

Os três foram presos no dia 9 de Fevereiro depois de confrontos com a policia que ocorreu após uma rusga policial á casa de um militante daquele movimento e onde a polícia confiscou t-shirts do movimento.

Apos a sua detenção registaram-se confrontos em frente à esquadra durante os quais foram presas cerca de 40 pessoas, disse o presidente daquele movimento José Mateus Zecamutchima.

O julgamento dos três activistas - Domingos Coqueiro, de 45 anos de idade, Alexandré Sauanuque, de 52 anos e Zeca Samuimba, de 52 – foi adiado depois dos eu advogado ter afirmado que o processo apresentado pelas autoridades está “cheio de irregularidades”.

As autoridades alegam que os três estavam armados com catanas e uma pistola e estiveram envolvidos em desacatos dentro da esquadra.

Zecamutchima alega que os três detidos foram “brutalmente torturados”.

O juíz adiou o julgamento mas recusou-se a remeter os três detidos em liberdade afirmando que eles poderiam fugir.

XS
SM
MD
LG