Links de Acesso

Activistas do Lobito detidos por posse de droga

  • Coque Mukuta

Cidade do Lobito

Cidade do Lobito

Autoridades alegam posse de drogas. ONG diz que se trata de "estratégia" para combater os activistas

A Associação OMUNGA e a Organização Humanitária Internacional denunciaramm a detenção de quatro activistas ligados ao denominado Movimento Revolucionário do Lobito, por agentes da polícia e pessoas à civil, na noite de 4 deste mês.

Fontes dessas organizações disseram que no dia 4 de Agosto as autoridades detiveram os activistas Amaral Simão, Lucas Cassoma, Avisto Botha e um quarto apenas identificado por M2.

João Misselo da Silva, director executivo da Organização Humanitaria Internacional, disse que para além das quatro detenções continuam as intimidações contra os activistas.

Da Silva afirma que a sua organização desconfia que os activistas serão acusados formalmente de posse de droga, um argumento para impedir as suas actividades.

O comando provincial de Benguela disse à VOA que foram detidas seis pessoas em posse de drogas, dois dos quais alegando serem activistas.

XS
SM
MD
LG