Links de Acesso

Activista Raúl Mandela processa comandante da polícia que mandou espancá-lo

  • Coque Mukuta

Raúl Mandela, actvista angolano

Raúl Mandela, actvista angolano

O activista Raúl Mandela vai processar o comandante da Polícia nacional da Unidade da Ilha de Luanda, João Kiala, que orientou a prisão ontem, 15, de 15 jovens e o seu próprio espancamento.

Os jovens realizavam uma marcha pacífica com cartazes a pedir a libertação dos que consideram presos políticos quando foram detidos pela polícia.

Raúl Mandela foi brutalmente espancado pela polícia tendo recebido assistência hospitalar

Mandela revela ter ainda graves ferimentos e dores internas.

“Não é com agressão e com detenções que vamos parar a nossa luta, não”, disse Mandela, que afirmou não entender a violência

Raúl Mandela é um conhecido activista que desde 2011 tem organizado várias manifestações contra as violações dos direitos humanos em Angola.

A VOA contactou o Comando Provincial da Policia Nacional, em Luanda, que disse desconhecer o ocorrido.

Na verdade, o referido comandante é mencionado como sendo o mandante de várias agressões que a polícia tem feito em Luanda.

Recentemente o arcebispo emérito da Arquidiocese do Huambo, Dom Francisco Viti, citou o reconhecimento da igualdade humana, diálogo e amor ao outro como fundamentos para a construção da paz.

De recordar que em menos de 15 dias esta é a segunda manifestação espontânea de jovens que protestam contra a detenção de activistas.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG