Links de Acesso

Activista lamenta inactividade face a prisão de Nito Alves

  • Coque Mukuta

Nito Alves

Nito Alves

Antigo parlamentar diz que partidos, ONGs e igrejas deviam fazer ouvir a sua voz de protesto

Um antigo deputado da Bancada Parlamentar da UNITA, criticou a letargia dos partidos da oposição e das organizações cívicas em relação á detenção do activista Manuel Sebastião Nito Alves jovem de 17 anos preso há quase um mês.




Makuta Nkondo antigo deputado da bancada parlamentar da UNITA disse que os partidos da oposição nada fazem para ajudar o activista.

Nos últimos dias a equipa de advogados do jovem queixou-se de não terem a possibilidade de falarem com o arguido e que o estado de saúde do mesmo vai degradando cada dia que passa.

Segundo o jornalista Makuta Nkondo, a oposição, organizações não governamentais e Igrejas deviam fazer mais para pressionar o executivo a soltar o jovem activista.

“Não tugem nem mugem,” disse Nkondo para querm “ nem partidos políticos nem organizações cívicas nem igrejas” fazem algo pelo jovem detido.

“Nito Alves é um adolescente tem 17 anos,” disse acrescentando que para presos de 17 anos que cometem crimes há centros de reeducação social.

“Organizar uma manifestação não é nenhum crime,” frisou

“É lamentável o miúdo estar preso nas condições em que está,” disse.

Nito Alves está na Comarca Central de Luanda (CCL) para onde foi transferido e onde se encontra doente.

Os seus advogados tinham anteriormente avisado que o jovem de 17 anos se encontrava doente quando este foi subitamente transferido sem qualquer aviso.

Salvador Freire membro da equipa de advogados que defendem Nito Alves esteve recentemente na Procuradoria junto à DPIC onde lamentou o tratamento que lhes é dado.
XS
SM
MD
LG