Links de Acesso

Activista intimidado por organizar vigília em Malanje

  • Isaías Soares

Activista do núcleo da UA18P em Malanje, Augusto Montinho

Activista do núcleo da UA18P em Malanje, Augusto Montinho

"(...) estamos a verificar que a polícia que está para manter a ordem e a tranquilidade, que é responsável para cuidar o povo em vez de nos proteger, oprime-nos”

Uma “Alta Vigília” organizada pela União de Activistas das 18 Províncias tem lugar na primeira Segunda-feira de 2016, 4 de Janeiro à noite, no largo 4 de Fevereiro em Malanje com a participação de jovens saídos de Luanda, Malanje e outras regiões do país.

A cerimónia de cunho religioso “foca-se mais para a protecção da paz, para protecção daqueles que lutaram em memória daqueles que deram a sua vida”, visando exigir do executivo angolano a devolução do Dia 4 de Janeiro como feriado nacional, explicou o activista Augusto Montinho.

Entretanto, Joaquim Fuxe António “Lágrimas” contou à VOA que foi perseguido durante a semana pelas autoridades policiais de Malanje e que conseguiu abrigo na sede do partido UNITA nesta capital temendo outras consequências.

“Eram três carros" continua Lágrimas, descrevendo que um era da polícia e que dois outros de eram de cor branca, vidros fumados, a partir dos quais alguém tirava fotos. O activista disse ainda ter conseguido identificar a matrícula de um dos carros de marca Land Cruiser.

Os integrantes dos grupos de activistas têm recebido chamadas telefónicas de indivíduos não identificados aconselhando a abortar a iniciativa.

Os dísticos, pósteres e cartazes estão prontos para colorir a praça 4 de Fevereiro na noite de Segunda-feira e, os participantes foram preparados física e psicologicamente para o primeiro desafio do ano depois de mais de meia dezena de tentativas fracassadas.

A preparação completa segundo o activista Augusto Montinho é “para enfrentar outras opressões, neste caso estamos a verificar que a polícia que está para manter a ordem e a tranquilidade, que é responsável para cuidar o povo em vez de nos proteger, oprime-nos”.

XS
SM
MD
LG