Links de Acesso

Activista angolano apresenta queixa contra polícia por ter sido preso, espancado e ameaçado

  • Manuel José

Emiliano Catombela, activista cívico angolano

Emiliano Catombela, activista cívico angolano

Emiliano Catombela foi preso depois de interpelar a polícia sobre invasão da casa da mãe.

O activista cívico do autodenominado Movimento Revolucionário Angolano Emiliano Catombela apresentou nesta quarta-feira uma queixa-crime contra a policia por ter sido preso, espancado e ameaçado na esquadra policial de Viana.

Catombela foi detido na passada segunda-feira, 15, defronte à casa da mãe em Viana e colocado em liberdade três horas mais tarde.

Catombela reiterou à VOA ter sido agredido e ameaçado por agentes da policia na esquadra de Viana, para onde foi levado por ter questionado o motivo da invasção da casa da mãe.

''Estou a caminho da esquadra para abrir uma queixa-crime contra os agentes policiais'', disse Catombela, adiantando que as ameaças eram destinadas aos denominados revús: "Eles diziam que íamos pagar pelo facto de pertencermos ao Movimento Revolucionário, esse David Mendes que vos defende um dia vai se dar mal, ainda bem que o Nito Alves já foi condenado, pensam que os Estados Unidos vão vos apoiar para sempre!''

Emiliano Catombela esteve preso em 2013 na Prisão de Viana devido à sua participação numa manifestação contra o Governo.

Catombela é reconhecido como activista pela organização internacional de defesa dos direitos humanos Frontline Defenders.

XS
SM
MD
LG