Links de Acesso

Activistas convocam manifestação em Cabinda

  • Redacção VOA

Autoridades avisaram contra a a decisão. Activista diz que houve tentativa de "intimidação"

Activistas de Cabinda convocaram uma manifestação para Sábado para protestar “as violações dos direitos humanos e das liberdade fundamentais” e ainda contra o que dizem ser “a má governação” no território.

Mas tudo indica que as autoridades não vão permitir que a mesma se realize pois segundo o coordenador da marcha, José Marcos Mavungo, as autoridades tentaram já “intimidar” os organizadores.

Mavungo disse que depois de notificarem as autoridades da sua intensão, tal como requerido por lei, foram convocados para uma reunião em que compareceram “o comandante da polícia de Cabinda, o segundo secretário do MPLA em Cabinda, o chefe do SINFO, o chefe do gabinete jurídico, o assessor da governadora pra a área técnica e a chefe do gabinete” da mesma.

“Foi simplesmente um encontro intimidatório e nós passamos a mensagem que não nos vamos deixar intimidar”, disse Mavungo.

“Queremos que o governo aplique a lei porque os cabindas também são cidadãos”, acrescentou.

Durante o encontro teria havido uma discussão sobre a lei que rege o direito á manifestação com as a autoridades a alegarem que ela poderia constituir um perigo à ordem pública algo que Mavungo disse serem argumentos “sem nexo”.

“Nós dissemos que pedíamos á governadora simplesmente para aplicar a lei”, acrescentou.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG