Links de Acesso

Abstencão pode ser protagonista nas eleições de Moçambique


Moçambique - Autárquicas 2013

Moçambique - Autárquicas 2013

Se nas últimas eleições municipais a abstenção foi de 63 por cento, taxa considerada muito alta, com a crise militar e de segurança actual, este número poderá ser bem mais alto.

Outra questão, no entanto, será o comportamento eleitoral dos militantes da Renamo, partido que à semelhança do anterior sufrágio, decidiu boicotar o acto de amanhã.


Estima-se que em alguns municípios, como Nampula por exemplo, cidadãos afectos à Renamo poderão empurrar o MDM para uma vitória que, a acontecer, colocaria aquele partido da oposição num excelente patamar com vista às eleições legislativas de Outubro de 2014.

Além de Nampula, o MDM pode chegar à presidência dos municípios de Tete e Chimoio, segundo fontes da Voz da América.

Caso consiga manter os dois municípios que detém e conquistar essas três importantes urbes, aquele partido da oposição passará a controlar territórios que fornecem quase metade dos deputados ao parlamento.

Apesar de não ir a votos, o Presidente da República Armando Guebuza também será avaliado pela forma como ele e o seu Governo estão a lidar com a crise, de acordo com vários analistas.

Talvez não seja a despropósito que ontem o chefe da delegação da Frelimo nas negociações com a Renamo José Pacheco admitiu a possibilidade de convidar observadores nacionais para a mesa das conversações, como pediu a Renamo, e hoje o presidente Guebuza tenha recebido uma delegação da Conferência Episcopal.
XS
SM
MD
LG