Links de Acesso

A dança colombiana "embalou" a Costa do Marfim.

  • VOA Português

Los colombianos James Rodríguez y Juan Cuadrado (en segundo plano) celebran el triunfo frente a Costa de Marfil.

Los colombianos James Rodríguez y Juan Cuadrado (en segundo plano) celebran el triunfo frente a Costa de Marfil.

A Costa do Marfim corre o risco de não passar à segunda fase da prova, depois da derrota de 2-1.

Mais um adversário entrou na dança da Colômbia nesta Copa do Mundo. Se a estreia foi um baile sobre a Grécia, desta vez foi muito mais difícil. Mas valeu o ritmo dos sul-americanos, que venceram a Costa do Marfim por 2 a 1. Para alegria do mar amarelo que invadiu Brasília e dominou o Mané Garrincha nesta quinta-feira, 19.

A loucura das arquibancadas parece contagiar a equipa colombiana, que caiu no rebolado para comemorar os dois golos. No primeiro, até os reservas entraram na dança. Empolgada, a seleção amarela sonha alto. E tem motivos para isso, já que chegou à sua segunda vitória e está praticamente classificada para os oitavos-de-final. A vaga pode ser sacramentada ainda nesta quinta, dependendo do resultado da partida entre Grécia e Japão.

À semelhança das outras selecções africanas, a Costa do Marfim, recheada de estrelas, apresentou-se sem jogo colectivo, sem garra e sem alma. A equipa de Drogba corre o risco de não passar à segunda fase no terceiro Mundial em que participa.

XS
SM
MD
LG