Links de Acesso

Seguranças Privados Vão Ajudar Polícias Quenianos


Seguranças Privados Vão Ajudar Polícias Quenianos

Seguranças Privados Vão Ajudar Polícias Quenianos

A polícia queniana poderá vir a cooperar brevemente com empresas de segurança privadas num esforço para combater os altos níveis de crime no país.

Esta semana foi anunciado que se vai realizar brevemente uma reunião para discutir como é que as empresas de segurança privadas poderão contribuir para os esforços da Polícia no Quénia.

A Comissão de Implementação da Reforma da Polícia, agindo em nome do Ministério da Administração Provincial e Segurança Interna do Quénia, convidou as empresas de segurança privadas a criarem um enquadramento de cooperação com a polícia queniana.

Embora não se preveja que as empresas de segurança privadas recebam quaisquer poderes de aplicação da lei, as partes trabalharão para estabelecer canais oficiais de comunicações entre os dois grupos, com o objectivo de partilharem informação.

O Quénia tem sido afectado por elevados níveis de criminalidade nos últimos anos. Em 2009 registaram-se mais de 100 raptos só em Nairobi, a capital do país, onde se calcula também que sejam roubados três em cada cinco carros em todo o país.

Essas preocupações de segurança tem levado muitas famílias e empresas a recorrerem a seguranças privados para sua protecção.

Mas o presidente da Associação da Indústria de Segurança do Quénia, Caxton Munyoki, afirmou que uma aparente falta de confiança entre polícias e guardas privados evitou muita cooperação no passado.

"Tem havido grandes suspeitas entre a polícia e a indústria de segurança privada. É como se eles olhassem para nós como se fizéssemos melhor o trabalho. Não olha para isso como um complemento. Tem de haver um novo espírito de trabalho conjunto para reduzir a insegurança no país."

Munyoki disse que guardas privados que reportam crimes são muitas vezes detidos pela polícia como suspeitos, o que tem feito que muitos guardas deixem de prestar essa assistência.

O encontro vai também servir para regulamentar a indústria de segurança privada no Quénia, nomeadamente a formação e operação de empresas de segurança privadas.

Relacionados

XS
SM
MD
LG