Links de Acesso

Carson Define Objectivos dos EUA para África


Carson Define Objectivos dos EUA para África

Carson Define Objectivos dos EUA para África

<!-- IMAGE -->

O secretário de estado assistente para assuntos africanos Johnnie Carson disse ontem que os Estados Unidos estão empenhados em aumentar substancialmente a ajuda a África. Carson avisou no entanto que um aumento da ajuda não significa que haverá automaticamente mais sucessos
Falando perante o subcomité para África da comissão para as relações externas da câmara dos representantes Carson disse que o sucesso terá que ser definido em termos de construção das capacidades africanas para mudanças a longo prazo e em última análise na eliminação da necessidade dessa ajuda.
O responsável pela política africana do presidente Barack Obama disse que a política americana para África está centrada em cinco pontos, nomeadamente o fortalecimento das instituições democráticas e protecção dos ganhos democráticos alcançados; promoção do desenvolvimento e crescimento económico sustentável; ajuda no sector de saúde; prevenção e resolução de conflitos e finalmente cooperação para se fazer face ao que chamou de novos desafios transnacionais como por exemplo o tráfico de drogas.
No que diz respeito ao primeiro ponto fez notar que apesar dos ganhos recentes muitos analistas afirmam que a democracia em África atingiu o seu máximo havendo agora o que chamam de "uma recessão democrática".
Carson referiu-se aqui á situação de incerteza na Nigéria avisando que a instabilidade neste país poderá ter o que chamou o efeito de um tsunami em toda a região da África ocidental.
Já no que diz respeito ao desenvolvimento económico Cabo Verde foi dado como exemplo de um país onde se alcançaram grandes avanços.
Abordando a questão dos "desafios transnacionais" o secretário de estado assistente disse que o narco-tráfico é um dos grandes desafios a que África faz face afirmando que os países africanos continuarão a ser vulneráveis a esse tipo de actividade.
Johnnie Carson disse ainda que os Estados Unidos estão empenhados e apoiar a Iniciativa para a Segurança Alimentar avaliado em três mil e 500 milhões de dólares.
Na sua declaração o secretário de estado assistente para África disse que os Estados Unidos estão empenhados em novas iniciativas que visam fazer avançar a parceria com África. A esse respeito disse como exemplo que os Estados Unidos estão a estabelecer um diálogo profundo e de alto nível com Angola entre outros países.
As outras nações africanas mencionadas neste diálogo são a África do sul e a Nigéria.



Relacionados

XS
SM
MD
LG