Links de Acesso

Guiné Bissau: O Problema Com as Pescas


Contrariamente ao Senegal, na Guine Bissau, o problema com as pescas, resume-se na pirataria a que a Zona Económica Exclusiva rica em recursos pesqueiros, tem sido desde sempre, alvo.

O facto levou esta manha o primeiro-ministro Carlos Gomes ao porto pesqueiro de Bissau, para constatar in loco, a retenção de 10 navios pesqueiros estrangeiros, apresados pelas autoridades marítimas do pais.

Não sendo de todo uma actividade inédita nas águas da Guine Bissau, a denúncia da pirataria pesqueira pelo chefe do executivo guineense, acontece precisamente numa altura em que a Procuradoria-Geral da República da Guiné-Bissau decretou a prisão preventiva de dois altos funcionários do Ministério das Pescas, suspeitos de envolvimento num escândalo de desvio de fundos da instituição.

Acompanhado pelo Procurador-Geral da Republica, Amine Saad e pelo Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, Zamora Induta, Carlos Gomes Júnior falou aos jornalistas.

Primeiro-ministro guineense Carlos Gomes Júnior falando esta manhã no porto pesqueiro de Bissau a propósito do apresamento pela Marinha guineense de dez navios pesqueiros e conforme a VOA conseguiu apurar todos eles de bandeira chinesa e que teriam sido surpreendidos a pescar sem licença e ainda na captura de espécie proibida por lei, na Zona Económica Exclusiva guineense.

Saliente-se que a par da exportação da castanha de caju, a pesca é a principal fonte de receitas da Guiné-Bissau.

XS
SM
MD
LG