Links de Acesso

Greve afecta enfermeiros em regime contratual que não recebem há dois anos.

Cerca de 20 enfermeiros que trabalham no regime contratual pela direcção provincial da saúde da Lunda Norte, no município de Lucapa à 150 Quilómetros da sede capital da província, estão em greve para reivindicarem sobre os salários que não recebem há 24 meses.

Numa entrevista telefónica uma dos enfermeiros que pediu anonimato disse que embora haja muitas dificuldades com que se depararam nos eu trabalho diário, “a maior dificuldade que estamos passar, é a falta de salários que nunca recebemos há dois anos”.

A fonte acrescentou ainda que as condições do hospital não são favoráveis para prestarem os serviços aos cidadãos por carecer de materiais gastáveis, medicamentos, água, segurança e falta de energia eléctrica no hospital, o que obriga os funcionários a trabalharem à luz de velas no período nocturno.

“Trabalhamos na escuridão, alegam que não tem combustível, não temos água, nem segurança na instituição”, disse.

“Temos feito grande sacrifício, mas não pagam”, lamentou.

Ele reforçou ainda que o caso tem sido colocado ao executivo local, mais que nunca tiveram sucesso e por isso recorreram a greve.

“Já reunimos com o governador várias vezes, eles nos dizem apenas que é uma divida pública, e a qualquer momento será resolvido”, disse.

O chefe da repartição municipal interino da Lucapa Estêvão Marcos disse que a situação não afecta os enfermeiros efectivos afirmando que o caso perdura devido à crise económica.

XS
SM
MD
LG