Links de Acesso

Rússia veta resolução da ONU sobre a Crimeia

  • Redacção VOA

Embaixador russo junto das Nações Unidas Vitaly Churkin

Embaixador russo junto das Nações Unidas Vitaly Churkin

13 países votaram a favor e a China optou pela abstenção

A Rússia vetou uma resolução do Conselho de Segurança da ONU apresentada pelos Estados Unidos apelando aos países membros que não reconheçam o referendo de amanhã na região ucraniana da Crimeia.

O referendo dá aos residentes da Crimeia apenas duas escolhas: a adesão à Rússia ou o fortalecimento substancial da sua autonomia em relação à Ucrânia.

Presume-se que um voto a favor da integração na Rússia será o resultado mais provável visto que aquela região é habitada por uma maioria étnica russa.

Moscovo exerceu o seu direito de veto na votação de hoje. 13 dos 15 países do Conselho de Segurança votaram a favor e a China optou pela abstenção.

A decisão chinesa de optar pela abstenção revela um isolamento cada vez maior de Moscovo na questão da Crimeia.

A resolução reafirmava a integridade territorial da Ucrânia e declarava que o referendo de domingo não teria validade.

Pouco depois da votação a embaixadora dos Estados Unidos junto das Nações Unidas, Samantha Power, disse que se assistia a uma “esmagadora oposição” às “perigosas acções russas”.

Entretanto o ministério ucraniano da defesa afirmou que repeliu hoje uma tentativa de forças russas de entrarem numa zona da Ucrânia paralela à região leste da península da Crimeia.
XS
SM
MD
LG