Links de Acesso

Quatro pessoas presas no Bangladesh após colapso de edifício

  • Redacção VOA

Número de vítimas ascende a 350. Centenas continuam soterradas

No Bangladesh a polícia deteve quatro pessoas na sequencia do colapso de um edifico em que morreram centenas de pessoas.

Entidades oficiais disseram que dois dirigentes de uma fábrica de vestuário que operava no edifício foram presos juntamente com dois engenheiros governamentais que aprovaram o uso do edifício.

No complexo operavam um total de cinco fábricas de vestuário.

O dono do edifício já foi identificado mas as autoridades ainda não o localizaram. Entidades oficiais disseram que o proprietário é um político local Mohamed Sohel Rana.

A polícia disse que o dono do edifício e os administradores da fabrica ignoraram avisos para evacuar as pessoas do edifício depois de inspectores terem detectado fissuras no edifício na Terça feira.

O número de mortes ascende agora a mais de 350. Equipas de salvamento continuam à procura de sobreviventes.

Hoje foram já salvas 30 pessoas e trabalhadores estão a ainda a tentar salvar pessoas encurraladas nas ruinas.

Mas de 2.400 pessoas foram salvas desde que o edifício ruiu. Metade dessas pessoas apresentavam ferimentos de diversa ordem.

Mais de 3.000 pessoas encontravam-se no interior do edifício quando este ruiu
XS
SM
MD
LG