Links de Acesso

Samakuva: Governo não quer autárquicas

  • João Santa Rita

Isaías Samakuva

Isaías Samakuva

Dirigente da UNITA terminou visita a Washington

O Presidente da UNITA Isaías Samakuva disse que o governo angolano está a tentar encontrar desculpas para não realizar as eleições autárquicas.

“Estou a ver manobras dilatórias em relação às eleições autárquicas,” disse Samakuva que recordou que o Conselho da República tinha decidido que as autárquicas deveriam realizar-se em 2014.

Contudo, acrescentou, o governo diz agora não haver condições para eleições autárquicas em 2015.

O líder da UNITA falava á Voz da América no final de uma visita a Washington onde se avistou com entidades oficiais e centros de estudo. Samakuva disse que a sua visita tinha decorrido acima daquilo que esperava com muitas pessoas a participarem nos encontros que manteve.

Samakuva disse estar aberto á possibilidade de um acordo com a CASA CE para cooperação em caso da realização de eleições autárquicas.

Um dos pontos em discussão aqui nos Estados Unidos tinha sido a questão dos investimentos estrangeiros no país, disse ele.

O líder da UNITA disse ter expresso apoio a um maior investimento privado em Angola mas tinha feito questão em sublinhar que esse investimento não pode ser um obstáculo ao desenvolvimento.

As empresas, disse Samakuva, “preocupam-se mais com os seus negócios e esquecem-se que Angola não é feita apenas de petróleo”.

“Tem também gente, tem também pessoas que precisam de viver bem e beneficiar das riquezas do país,” disse.

Samakuva disse que empresas estrangeiras não procuram contacto com a oposição algo que ele considerou de necessário.

“Eles têm necessidade de saber o que é que aqueles que estão na oposição pensam sobre o país, o que é que estes partidos fariam e como é que vêm os seus investimentos,” acrescentou Samakuva para quem os investimentos devem criar empregos “ mas empregos que devem também ser bem pagos”.

Ouça a entrevista na sua totalidade.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG