Links de Acesso

Huambo: Director da Justiça e UNITA trocam acusações.


Liberty Chiyaka secretário provincial da UNITA no Huambo

Liberty Chiyaka secretário provincial da UNITA no Huambo

Polícia no centro da disputa

O delegado provincial da justiça no Huambo e a UNITA acusaram-se mutuamente de querer usar a polícia para causar instabilidade.




Ernesto Estevão director da justiça no Huambo que falava durante uma palestra sobre os 11 anos de paz em Angola, dirigida aos membros do governo e da polícia nacional, disse que a oposição está contra a polícia e pretende criar instabilidade no país.

“ Para a oposição a policia não é necessária para que não se previnam os distúrbios e como a aposição quer destabilizar vê na policia o inimigo numero um,” disse.

Em declarações a Voz da América, Liberty Chiyaka, deputado da UNITA para o círculo provincial do Huambo, afirmou que os pronunciamentos daquele governante ameaçam o processo de paz e reconciliação nacional.

“ Isso é propaganda gratuita e barata,” disse o político acrescentando que “não se pode admitir que actores com responsabilidade de Estado pronunciem palavras que ameacem a paz.”

Chiyaka acusou ainda o delegado da justiça de estar a defender a injustiça e de ser irresponsável.

“ Alguém que diz os partidos políticos olham a polícia seu inimigo está a incitar ao ódio e isso não é defender a paz,” disse o deputado da Unita.

“Não podemos brincar assim com a vontade das pessoas, o senhor delegado quer colocar a policia contra os partidos na oposição,” acrescentou.

O deputado defendeu o respeito pela diferença como um dos pilares para consolidação paz e reconciliação nacional em Angola.

“ Não há democracia onde não há decência e elevação moral. Não há democracia onde não há respeito pelos adversários e onde não há democracia não há paz,” disse.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG