Links de Acesso

Duas pessoas electrocutadas em Cabinda

  • José Manuel

Em menos de 24 horas, duas pessoas morreram electrocutadas por terem sido atingidas por cabos eléctricos de média e alta tensão.




Segundo testemunhas, os incidentes ocorreram em duas zonas diferentes. O primeiro ocorreu no bairro Povo Grande onde um cidadão de 28 anos, na tentativa de efectuar a mudança de linha eléctrica de uma residência entrou em contacto com um cabo de transporte de energia eléctrica de 15.000 kilowots, tendo encontrado a morte imediata.

Já ao meio desta manhã, um funcionário da empresa Atelcab, uma firma contratada pela empresa nacional de electricidade ENE, para a manutenção da rede eléctrica encontrou a morte quando efectuava trabalhos de corte de energia eléctrica num dos bairros periféricos da cidade.

Testemunhas oculares disseram que a morte do electricista se deveu pela inobservância das normas de segurança por não se ter acompanhado de equipamentos de protecção e de segurança apropriados para os trabalhos de manutenção da rede eléctrica.

Os corpos das vítimas foram removidos por equipas do corpo de protecção civil e Bombeiros, saúde pública e policia de investigação criminal.

Esta situação acontece numa altura em que o fornecimento de energia eléctrica a cidade de Cabinda e arredores tem sido alvo de criticas.

Muitas zonas da cidade encontram-se às escuras e a rede de distribuição de energia tem-se degradado.

As duas turbinas a gás inauguradas pelo presidente da república não vieram resolver a situação e o descontentamento é cada vez maior.
XS
SM
MD
LG