Links de Acesso

Terminou congresso da CASA CE

  • Redacção VOA

Apoiantes da CASA CE

Apoiantes da CASA CE

Coligação só será partido em 2017

Os membros da CASA-CE adiaram para o próximo congresso, em 2017, a transformação desta coligação partidária em partido político.



O congresso iniciado na terça-feira terminou Quinta-feira á noite tendo esta uma decisões a ser aprovada no final do conclave.

O vice-presidente da CASA-CE, Manuel Fernandes disse à Voz da América que a transformação desta coligação partidária em partido político deverá acontecer depois dos congressos que os partidos integrantes vão realizar proximamente.
“A transformação de coligação para partido é um processo,” disse.

“A decisão dos congressistas e partidos membros da coligação vão realizar os seus congressos para buscar legitimidade desta deliberação,” declarou Manuel Fernandes.

Manuel Fernandes precisou que depois disso será organizado um expediente para, junto do Tribunal Constitucional, solicitar o reconhecimento do novo partido político que poderá chamar-se “CASA-Convergência Ampla de Salvação de Angola”.

Relativamente à eleição do presidente, os congressistas concordaram, em transferir o assunto, igualmente para o próximo congresso considerando que os estatutos só foram aprovados nesta reunião magna, segundo explicações de Manuel Fernandes.

O congresso da CASA-CE foi marcado pela carta que o membro William Tonet endereçou aos dirigentes da CASA-CE pedindo o seu afastamento da comissão interna que discutiu os estatutos da coligação política, por discordância em relação ao conteúdo de alguns artigos do documento .

Contrariamente ao que havia sido veiculado pela imprensa pública, Tonet, não se afastou da organização de que é membro fundador tendo participado do encontro até ao fim, segundo garantias dadas pelos dirigentes da CASA-CE.
XS
SM
MD
LG