Links de Acesso

Cabinda: Conselho provincial questiona gestão de fundos públicos

  • José Manuel

Onde está o dinheiro?

Onde está o dinheiro?

Programas de combate à pobreza não se materializaram

O conselho da província de Cabinda apelou ao executivo local para a gestão
responsável dos fundos cabimentados para o desenvolvimento da
província.




De acordo com o comunicado que a voz de América teve acesso à margem
da primeira reunião do órgão consultivo da provincial, os membros do
conselho recomendaram aos gestores públicos a pautarem pelo
rigor, transparência e responsabilidade na gestão dos fundos públicos.

Os membros do conselho da província questionam igualmente a não
materialização dos programas do combate a pobreza aprovados pelo
governo central.

A interpelação dos membros do conselho da província surge na sequência
das vàrias irregularidades constatadas na gestão dos fundos alocados
ao sector público.

Na saúde constata-se com frequência a inexistência de fármacos e de
equipamentos.

Na maior unidade hospitalar da província a sala de radiologia está a funcionar apenas com um equipamento que não satisfaz a
demanda da população.

Agrava-se também com o deficiente funcionamento do sector da saúde a falta de saneamento básico na zona periférica da cidade. Há lixo amontoado
em toda a parte e população diz-se desgastada pela situação pelas
consequencias que acarretam a vida das crianças, consideradas como as
mais vulneráveis.

A questão da má gestão dos fundos públicos não inquieta apenas os
membros do conselho provincial.

A governadora da Província Aldina Barros da Lomba tem sido confrontada
com a falta de transparência na gestão financeira da região, sobre
tudo em dossiers sensíveis como os de saneamento básico por não
revelar o valor do contrato do programa de recolha de lixo na cidade e
arredores.

A governadora nunca desmentiu rumores que lhe associam a nova empresa
de gestão e recolha de lixo na cidade.
XS
SM
MD
LG