Links de Acesso

Congresso da CASA - CE não vai eleger presidente

  • Manuel José

Abel Chivukuvuku

Abel Chivukuvuku

Abel Chivukuvuku continuará a chefiar a organização

Abel Chivukuvuku fica mais cinco anos à frente dos destinos da CASA-CE, foi anunciado numa conferência de imprensa sobre o congresso desta terceira maior organização política angolana.



O congresso da coligação vai decorrer de 2 a 4 de Abril em Luanda mas Manuel Fernandes, vice presidente da CASA tornou claro que a posição de Chivukuvuku não está em causa.

"O Congresso constitutivo ( da CASA) conferiu poder ao presidente da CASA-CE por mais 5 anos, e o presidente está dentro do mandato," disse acrescentando que no congresso não haverá eleição presidencial já que os estatutos não o contemplam.

"Não vamos eleger presidente neste congresso porque os estatutos não o prevêm e se o fizéssemos estaríamos a violar a constituição interna da CASA," acrescentou.

O coordenador adjunto do congresso Américo Chivukuvuku dfisse estar tudo pronto para o congresso que se vai realizar sob o lema “Transformar, Crescer e Vencer”.

O conclave da CASA-CE vai custar 60 milhões de cuanzas, equivalente a 600 mil dólares norte-americanos.

O evento contará com presença de 1.100 delegados de dentro e fora do país. Não haverá contudo convidados estrangeiros
.
"Temos aperto financeiro por isso não teremos convidados do estrangeiro," disse Fernandes.

A revisão dos estatutos da coligação, a transformação da CASA-CE em partido político, definição de estratégias para afirmação da identidade política da CASA em todo território nacional, modelo estrutural e funcional da CASA do topo à base são os temas agendados para o congresso extraordinário da terceira maior forca política angolana de 2 a 4 do mês que vem aqui em Luanda.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG