Links de Acesso

Enfermeira diplomada pela UNITA presa em Luanda

  • Redacção VOA

Bandeira da UNITA mas um certificado vale alguma coisa?

Bandeira da UNITA mas um certificado vale alguma coisa?

Acordo de paz previa reconhecimento de certificados do movimento, diz UNITA

Uma enfermeira formada nas escolas da UNITA, foi presa e julgada, de forma sumária, por um tribunal da Polícia de Luanda, na passada semana, por alegada posse de certificado de habilitações profissionais não reconhecido pelo Governo.




O incidente traz á luz do dia uma questão que tem as suas raízes na guerra civil de Angola durante a qual a Unita possuía um vasto sistema de administração com as suas próprias escolas com os seus próprios certificados.

A profissional de enfermagem, que pediu para não ser identificada , disse que por ordem da juíza da causa foi colocada sob de residência fixa, obrigada a apresentar-se à polícia sempre que solicitada, e impedida de trabalhar na profissão até ao reconhecimento do seu diploma.

“ Fui presa e julgada por possuir um documento passado pela UNITA”, declarou.
O antigo membros do mecanismo bilateral criado para acompanhar o cumprimentos dos compromissos assumidos pelas partes signatárias dos Acordos de Paz, Adalberto da Costa Júnior responsabiliza o Governo .

“Nós fizemos uma carta ao senhor Presidente da República sobre os incumprimentos dos acordos de Paz e a resposta foi que “ não podemos fazer tudo porque não temos dinheiro”, disse.

O também deputado da UNITA lembrou que o Memorando Entendimento para a Paz em Angola determinou que o Governo devia reconhecer de forma automática todos os diplomas passados pela UNITA aos quadros formados na Jamba, antigo quartel- general deste movimento.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG