Links de Acesso

Governo angolano não revela paradeiro de restos mortais de Savimbi

  • Redacção VOA

Jonas Savimbi, em Luanda (foto de arquivo)

Jonas Savimbi, em Luanda (foto de arquivo)

Dirigente da UNITA diz que não há resposta do governo a pedidos de esclarecimento sobre a questão

As autoridades angolanas continuam a não revelar o que foi feito com o corpo de Jonas Savimbi, o líder da UNITA morto há 11 anos.

Isto apesar de iniciativas do movimento que fundou para saber da sua localização a fim de lhe dar “um funeral condigno” na sua terra natal no município do Andulo na província do Bié.

O Secretário-geral da UNITA Vitorino Nhani disse á VOA que a Comissão Política da UNITA, numa reunião em Dezembro, tinha decidido contactar o governo.

Contudo até aqui não houve qualquer informação por parte do governo.

“O que está a faltar é por um lado vontade política e por outro a falta de um espírito de patriotismo,” disse o dirigente da UNITA que recordou que em termos culturais “para nós o óbito termina com o funeral”.

“ A falta de vontade política do presidente da república é o que está na base do impasse,” acrescentou.

Nhani disse haver “uma probabilidade de 95% dos restos mortais não se encontrarem na cidade do Luena”.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG