Links de Acesso

Manifestação provável em Luanda

  • Manuel José

Mulher de Alves Kamulingue, com uma foto do marido (VOA / Coque Mukuta)

Mulher de Alves Kamulingue, com uma foto do marido (VOA / Coque Mukuta)

Jovens querem explicações sobre o desaparecimento de dois activistas

Uma manifestação de protesto contra o desaparecimento de dois activistas poderá ocorrer em Luanda dentro dos próximos dias.

Quarta-feira terminou um prazo dado pelos jovens do auto-denominado “Movimento Revolucionário” para o governo dar explicações sobre o paradeiro de Isaías Cassule e Alves Kamulingue que desapareceram há vários meses após terem sido raptados.

Um dos jovens, Adolfo Campos, disse que o governo tinha agora mais três dias para fornecer explicações sobre a questão, caso contrário “uma manifestação será inevitável”.

"Vamos todos a rua, temos o dia programado mas não podemos anunciar agora porque estamos à espera da resposta do próprio govern,” disse.

Se até lá Cassule e Kamulingue aparecerem, a manifestação fica sem efeito garantem os jovens.

A falta de informação sobre os desaparecidos está tambem a preocupar outras pessoas como a política Alexandra Simeão.

"Em Maio fará 1 ano desde que isto aconteceu e é chegado a altura de haver uma informação, alguém tem que se pronunciar, dizer o que aconteceu," disse ela.

Simeão disse que a informação é “perfeitamente necessária, para que as pessoas se sintam seguras nas suas deslocações em Luanda”.

"A sociedade civil precisa de ficar descansada que as pessoas não desaparecem assim, pois quando as pessoas desaparecem há algum motivo que as faz desaparecer, as pessoas não se eclipsam," acrescentou

XS
SM
MD
LG