Links de Acesso

Feira de Malanje promove produção local

  • Isaías Soares

Fazenda Pungo Andongo, em Capanda, Malanje (foto de arquivo)

Fazenda Pungo Andongo, em Capanda, Malanje (foto de arquivo)

Mais de duas centenas de empresários e produtores fazem-se representar

Mais de duas centenas de empresários, comerciantes, agricultores e camponeses do município de Malanje participam desde a última sexta-feira, nesta cidade, na primeira feira de produção local.




O certame enquadrado nos festejos dos 81 anos de existência desta cidade, 13 de Fevereiro, propõe-se a promover as potencialidades locais, afirmou a administradora do município sede, Rosa André Lourenço.

“Representando vários sectores produtivos desde a agricultura, pecuária, industria, restauração e outros que foram identificados no nosso município, ela será uma demonstração clara das potencialidades produtivas do nosso município, em particular a província no geral”, esclareceu.

No entender de Rosa André Lourenço, “é sem dúvida um grande evento de produção que pretendemos no futuro ser um interesse do empreendedorismo, estimule e promove a produtividade e mereça também a confiança dos milhares de munícipes desta urbe e nossos visitantes”.

Um dos maiores produtores de cana-de-açúcar do Brasil juntou-se às Organizações Mulombe, de acordo com as declarações do director-geral da referida empresa com mais de três anos na região, José da Costa.

As festas da cidade de Malanje foram abertas com a realização na Sé Catedral de um culto de acção de graças concelebrado pelo arcebispo local, dom Benedito Roberto, onde reconheceu a escolha da Igreja Católica para o arranque as actividades em torno do 13 de Fevereiro.

Malanje foi elevada a categoria de cidade aos 13 de Fevereiro de 1932, pelo então governador do período colonial, Veríssimo Sarmento, por meio do diploma legislativo número 313.
XS
SM
MD
LG