Links de Acesso

Mais de cem pessoas massacradas no Sudão do Sul


A

A

Maior parte das vítimas era mulheres e crianças

Um governador no Sudão do sul disse que mais de cem pessoas morreram num recente ataque de rebeldes.

O governador do estado de Jonglei, Kuols Manyang, disse que o que se pensa serem rebeldes da etnia Murle levaram a cabo o ataque em que morreram 103 pessoas, na maior parte crianças e mulheres, que viajavam com o seu gado.

O governador disse que 14 soldados que acompanhavam os civis também foram mortos.

Trata-se do pior massacre em Jonglei desde que em 2011 as Nações Unidass disseram que 900 pessoas tinham sido morte em ataques tribais.

Entidades oficiais disseram que esses ataques estavam relacionados com o roubo de gado e que os mesmos aconteceram pouco depois do Sudão do Sul ter declarado a sua independência separando-se do Sudão.

XS
SM
MD
LG