Links de Acesso

Novo ano lectivo em Angola com menos alunos por turma

  • Arão Ndipa

Não pode haver mais de 45 em cada sala.

Não pode haver mais de 45 em cada sala.

Governo diz que não pode haver aulas com mais de 45 alunos

O sindicato nacional dos professores de Angola disse que ainda não foram cumpridos muitos dos compromissos assumidos pelo governo para colmatar as insuficiências no sistema de educação do país.

O governo disse no entanto que para o presente ano lectivo foi resolvida a questão dos jovens que ficam de fora do sistema de ensino uma vez que foram construídas em 2012 o número suficiente de escolas.

O governo anunciou por outro lado que para este ano lectivo o número de alunos por turma não deve ultrapassar os 45, tanto para o ensino publico como privado.

Luísa Grilo, secretária de estado para o ensino geral, avisou que a constituição de turmas vai ser fiscalizada pelo governo e as direcções da escolas foram avisadas para observarem esta orientação.

“Em termos ideais seriam bom que cada turma, sobretudo no ensino primário não tivesse mais de 35 alunos,” disse Luísa Grilo acrescentando contudo que o governo está ciente que isso não é possível porque não há escolas suficientes para atender à demanda.

“ O que é humanamente possível é que haja 45 alunos por turma,” acrescentou.

O secretário-geral adjunto do sindicato nacional dos professores, Manuel Victória Pereira, disse que é preciso aguardar para ver se a directiva vai ser implementada.

Apoiou contudo a medida afirmando que o bom ensino não pode ser feito em turmas superlotadas.

Ouça entrevistas com Luisa grilo, Manuel Pereira e ainda com o presidente da Associação Nacional para o ensino particular, António Pacavira.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG