Links de Acesso

Os Djidiu: Trovadores da história da Guiné Bissau

  • Lassana Casamá

Dois mortos vários feridos em confrontos na Guiné-Bissau.

Dois mortos vários feridos em confrontos na Guiné-Bissau.

Sambala Kanuté conta a sua vida e canta a história do seu país

São os cronistas musicais da Guiné-Bissau, trovadores da tradição Africana, um segredo escondido na Guiné Bissau já que são pouco conhecidos fora da região.

São os Djidiu que animam festas populares, cantando para os dirigentes pessoas influentes da sociedade.

Sambala Kanuté é um deles. De 49 anos de idade, veio da Família Kanutekunda, uma família Djidiu.

Filho do conservador da música Córa, Mamadu Kanuté e de Adja Massa Su, Sambala Kanuté, um nome mensageiro e cuja originalidade veio dos gémeos cantores do grande imperador Maliano, Sundiata Keita, começou a exteriorizar o seu valor artístico aos 9 anos de idade, num baptizado em Bafatá, sua cidade Natal por sinal a terra de Amílcar Cabral, o pai do movimento de libertação do país.

Kanuté falou á voz da América e contou como foi treinado na sua arte e a sua importância na sociedade guineense.

Cantou também aos microfones da Voz da América . Ouça a reportagem do Lassana Cassamá
XS
SM
MD
LG