Links de Acesso

São Tomé: Assembleia suspende subsídios a deputados da ADI

  • Óscar Medeiros

Roça Diogo Vaz, São Tomé

Roça Diogo Vaz, São Tomé

Partido vai iniciar uma acção no Tribunal Constitucional contra a decisão.

A Acção Democrática Independente de São Tomé, ADI, diz que vai iniciar uma acção no tribunal constitucional depois da Assembleia nacional ter suspenso o pagamento dos subsídios aos seus deputados.



A decisão foi tomada como retaliação contra o boicote á assembleia dos deputados da ADI na sequência da queda do anterior governo e formação de um novo executivo que a ADI considera de ilegal.

A ADI diz que a suspensão do pagamento dos subsídios é uma violação do estatuto dos deputados e daí a sua intensão de levar o caso a tribunal.

Por seu lado o presidente da Assembleia Nacional Alcino Pinto justifica a suspensão do subsídio dos deputados da ADI pela ausência nos trabalhos da casa parlamentar desde 28 de Novembro do ano passado, altura em que o partido decidiu abandonar as actividades da Assembleia Nacional em protesto pela forma como foi eleito o actual presidente deste órgão de soberania.

“Há direitos e há deveres,” disse Pinto que fez notar que os salários estão a ser pagos mas que os subsídios foram suspensos porque os deputados da ADI não cumprem as suas funções
XS
SM
MD
LG