Links de Acesso

França intervém militarmente no Mali

  • Redacção VOA

Rebeldes islâmicos do Ansar Dine

Rebeldes islâmicos do Ansar Dine

Tropas francesas entram em combate para parar avanço de rebeldes islamitas

Tropas francesas entraram em combate no Mali para impedir o avanço de forças islamitas no país.

O presidente francês François Hollande disse que o envio de forças tinha sido feito a pedido do governo maliano.

“Forças do exército francês apoiaram unidade malianas esta tarde na luta contra elementos terroristas,” disse o presidente que afirmou que o Mali faz face a uma “agressão terrorista”.

Hollande disse que a intervenção francesa “durará o tempo que fôr necessário”.

Desconhece-se quantas tropas francesas foram enviadas par ao país

Na Quinta-feira o Conselho de Segurança manteve uma reunião de emergência para discutir a crise no Mali depois de militantes islamitas terem capturado uma cidade chave no centro do país perto da cidade de Mopti. O conselho aprovou um rápido envio de uma planeada força oeste africana para apoiar o governo maliano.

O presidente interino do Mali Dioncounda Traore pediu á França uma ajuda imediata para se por termo ao avanço dos rebeldes

Outras fontes disseram que aviões e helicópteros militares começaram a chegar quinta feira a Mopti.

Ainda na Quinta-feira o grupo Ansar Dine, um dos grupos que ocupa o norte do Mali, capturou a pequena cidade de Konna. Konna esta situada a apenas 25 quilómetros de Mopti .

Na capital Bamako o governo deu ordens para o encerramento de todas as escolas . A mesma a medida foi aplicada também na cidade de Kati.

XS
SM
MD
LG