Links de Acesso

"Zungueiras" acusam polícia de chantagem e intimidação

  • Coque Mukuta

Zungueiras

Zungueiras

Vendedoras ambulantes dizem ser alvo de perseguição e assédio sexual por parte de agentes

Vendedoras ambulantes em Luanda, também conhecidas em Angola como “Zungueiras”, acusaram agentes da Fiscalização e da Polícia da Ordem Pública de chantagem, intimidação e assédio sexual.



As “zungueiras” afirmam que muitas vezes as suas mercadorias são apreendidas e elas próprias presas por várias horas se não cederem ás exigências dos agentes.

Segundo Marquinha José Cassule uma das vendedoras ambulantes da Vila de Viana além de serem espancadas têm sido também presas a margem da lei, passando vários dias nas celas da Divisão de Viana.

“Quando tentamos vender eles Nos pegam direito às celas” disse.

Cassule disse que as vendedoras saírem para as ruas porque nos mercados não há clientes.

Quando são presas é-lhe exigido o pagamento de multa de 50 mil Kwanzas caso contrário têm que permanecer presas durante muito tempo.

“Eles prendem durante um mês, enquanto não tiveres 50mil kwanzas de multa para pagar estas mesmo aí nas celas, até eles verem que não tens família e te sentem penas e te soltam, mas já sofreste” lamentou.

Para Ary Beatriz outra vendedora os agentes da fiscalização e da polícia nacional só devolvem as suas mercadorias em troca de relações sexuais .

“Nos pedem namoro e se negarmos namorar com eles não nos dão os negócios” denunciou.

O actual Governador da Província de Luanda Bento Bento disse em 2012 que uma das medidas mais urgentes do seu consolado seria estancar a actividade comercial nas artérias de Luanda, como Viana, São Paulo e Escongolenses.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG