Links de Acesso

EUA apoiam famílias angolanas regressadas do Congo

  • Venâncio Rodrigues

Embaixador dos Estados Unidos em Luanda entrega 25 mil dólares aos Missionários do Verbo Divino, para ajudar a realojar regressados à província do Zaire.

O embaixador americano em Angola, Christopher MacMullen entregou sexta-feira, em Luanda, um financiamento de 25 mil dólares à comunidade dos Missionários do Verbo Divino, destinados a apoiar a reintegração de mais de 100 famílias angolanas regressadas da República Democrática do Congo (RDC).

O diplomata americano explicou aos responsáveis daquela congregação da Igreja Católica, que o gesto do seu governo se integra no apoio humanitário aos refugiados angolanos particularmente os que se encontram actualmente assentados na província do Zaire.

“É um grande prazer e uma honra estarmos aqui para apoiar uma iniciativa que vai ajudar algumas famílias. É uma contribuição de 25 mil dólares da embaixada americana e pelas comunidades e famílias que voltaram da RDC,” disse.

O assistente social da congregação dos Missionários do Verbo Divino, Miguel Cassule, garantiu, à Voz da América, que a doação será usada para o processo de reintegração social, ensino da língua portuguesa e da promoção do emprego.

O projecto global de reintegração das populações regressadas da RDC está avaliado em 46 mil dólares americanos, segundo o assistente social da Igreja Católica.

A contribuição da embaixada americana em Angola, é da iniciativa do Gabinete do Departamento de Estado Norte-Americano para as Populações, Refugiados e Migração, que começou a ser implementado em 2000, com a denominação de Fundo Julia Taft, em homenagem àquela antiga secretária Adjunta de Estado americana.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG